Com a facilidade de viagens internacionais e uma busca por novos conhecimentos devido a um mercado competitivo, ter um outro idioma é essencial. Quanto melhor o domínio em uma segunda língua, maiores são as chances de uma pessoa ter mais oportunidades em sua vida e carreira. E o inglês ainda é o idioma mais falado e procurado no mundo.

O aprendizado desse idioma ainda na infância é a melhor forma de aproveitar ao máximo a imersão na língua, pois o aprendizado tende a ser muito mais fácil e melhor absorvido pela criança. Nessa fase, ela vai assimilar os conceitos e conhecimentos da língua materna juntamente à segunda língua.

É necessário que a criança aprenda a sua língua materna nos primeiros anos de vida, mas isso não impede o aprendizado de inglês nos anos posteriores. O que gera dúvida é saber qual a melhor idade para aprender inglês e é isso que vamos esclarecer aos pais.

Saiba mais sobre o processo de aprender inglês na infância e qual a melhor idade. Acompanhe!

Por que o aprendizado simultâneo?

A infância é uma fase de conhecimento sobre o mundo que cerca os pequenos. Palavras e conceitos como família, amigos, escola, dias da semana, nomes de brinquedos, brincadeiras e lugares são aprendidos. O aprendizado do inglês é de forma simultânea com a língua materna (no nosso caso, o português brasileiro).

Com essa simultaneidade, a criança cresce sabendo que há dois nomes para a palavra ou conceito que ela acabou de aprender, um nome em sua língua natural e outro em inglês. Ela armazena em seu cérebro as duas informações ao mesmo tempo.

Por todo esse conhecimento ser ainda recente para os pequenos, é mais fácil o processo de armazenar informações sem comprometer a língua oficial materna, que é uma preocupação de muitos pais.

Qual é a melhor idade para aprender inglês?

Sabemos que os pais podem ter receio em colocar seus filhos para fazer um curso de outra língua muito cedo. Além do valor a ser pago, a preocupação é que a criança não use o inglês em seu futuro ou que tenha problemas com o português por confundir as palavras.

Por isso, uma boa fase para permitir que seu filho aprenda esse novo idioma é por volta dos 10 anos de idade. Entre 8 até 10 anos ou ainda o começo da adolescência, é a fase em que as crianças já estão cientes de sua língua materna e a falam com clareza.

Os pequenos conseguirão fazer associações do que aprenderam com a língua inglesa sem grandes dificuldades. Mas é importante que esse seja o início do aprendizado, e que ele não seja interrompido e sim continuado nos próximos anos, fazendo a criança avançar em níveis do inglês.

Por que é importante que a criança aprenda inglês?

O aprendizado de outra língua vai além do benefício do uso dela futuramente — em viagens e trabalho. Também é um processo de reforçar na mente da criança que ela dedique um espaço de seu tempo para o estudo, fazendo com que ela tenha essa ocupação que vai lhe agregar um valor imaterial, que é o conhecimento.

Ao aprender simultaneamente as palavras e conceitos da língua inglesa, o cérebro da criança é “treinado” para ter mais foco e pensar melhor na elaboração de respostas. Isso pode ajudar muitos a terem um aprendizado melhor em outras matérias também.

Também durante as aulas, a conversação e os exercícios em grupo são essenciais para o desenvolvimento e a formulação das frases. Essas atividades colaboram para dar mais socialização para os pequenos e permitem que eles façam novas amizades.

Quando uma criança está inserida em um ambiente em que ela pode e é instigada a interagir com mais crianças, são repassadas outras orientações como a importância do respeito.

Qual a melhor forma de aprender?

O inglês para crianças já está presente em muitas atividades educativas, como no entretenimento infantil, com jogos, filmes e até nomes de brinquedos que não são mais traduzidos para o português. Esse consumo em seu dia a dia também é muito importante para fixar o aprendizado.

Além de procurar uma escola em que seu filho se sinta bem dentro dela, e que você saiba da qualidade não apenas para o ensino de inglês, mas também em outros fatores educacionais, é recomendável também que você encontre formas lúdicas de lembrar a criança do que ela aprendeu e ensiná-la novas palavras.

Aproveitar brincadeiras e passeios em família para perguntar o nome de alguma palavra em inglês também é uma ótima oportunidade de reforçar o conhecimento e melhorar o vocabulário da criança. Por exemplo, ao tomarem sorvete, você pode lembrar seu pequeno do nome no idioma, ice cream.

Como escolher uma escola para aprender inglês?

Grande parte das escolas particulares já oferecem o ensino de inglês infantil. Porém, há diferenças entre a forma como os educadores passam o conhecimento. Caso seja no modo maçante, sem metodologias pensadas para a criança e seu melhor aproveitamento do ensino, pode desestimular os pequenos.

Na hora de escolher uma escola para seu filho, é importante saber qual o sistema de ensino que ela se propõe a seguir e também se ela acompanha a Base Nacional Comum Curricular. Isso entre outros valores que a escola pretende passar para auxiliar na construção da cidadania.

Escolher uma escola que já empregue o ensino de inglês nas idades que citamos acima é ideal, pois a criança fica no mesmo ambiente, com segurança e seus colegas, enquanto os pais têm a garantia de saber o que e como está sendo ensinado a seu filho.

Sabemos que muitos pais se preocupam que seus filhos aprendam a língua inglesa, mas não sabem qual a melhor idade para aprender inglês, pois ficam com receio e o pensamento de que ainda é muito cedo. Por isso é importante conhecer a escola junto com o aluno, e conversar com os coordenadores sobre o ensino.

Gostou de saber a melhor idade para aprender inglês? Então, veja agora quais são as vantagens de falar outra língua ainda na infância.

Centro Educacional Logos
Autor

Tudo que você precisa saber sobre educação de qualidade para construir um futuro melhor.

Escreva um comentário

WhatsApp
Compartilhar
Twittar
Email