Quem é pai ou mãe conhece bem o drama de ter filhos vestibulandos: a rotina de estudos e revisões é muito delicada e podemos ficar sem saber como ajudar os adolescentes nesse processo tão decisivo. Uma das dúvidas mais comuns entre os pais é qual o momento ideal para começar a estudar para vestibular.

Não importa se os estudantes ainda estão começando o Ensino Médio agora ou já estão concluindo essa etapa. O apoio da família é muito importante no processo e os pais precisam encontrar maneiras de auxiliar os filhos, com muito diálogo, mas sem exercer muita pressão.

Quer ajudar os seus filhos a escolherem o momento certo de estudar para o vestibular e superar todas as dificuldades e inseguranças desse momento? Então confira as dicas deste artigo!

O momento certo para começar a estudar para vestibular

Nos últimos anos, o ENEM (Exame Nacional do Ensino Médio) ganhou muita importância, já que agora funciona como porta de entrada para universidades de todo o país. Além disso, diversas instituições nacionais e internacionais ainda mantêm os seus vestibulares tradicionais.

Por serem fundamentais para o futuro profissional dos estudantes, essas provas acabaram se transformando em motivo de preocupação para os adolescentes e, principalmente, para as famílias. Com tantas provas e vestibulares, quando os filhos devem começar a estudar de modo a ter um bom desempenho?

Geralmente, as provas são aplicadas durante o último ano escolar dos alunos, entre os meses de outubro e dezembro. Mas, não pense que isso significa que os seus filhos devam começar a estudar apenas no terceiro ano.

O ideal é iniciar os preparativos já no início do Ensino Médio. Os conteúdos das provas costumam ser extensos e, teoricamente, englobam todos os assuntos ensinados ao longo dos três anos do Ensino Médio. Assim, quanto antes o estudante começar a estudar, maiores as chances de fixar o conteúdo e se dar bem nas provas.

Como ajudar os filhos na hora dos estudos

A ansiedade e o desejo de conquistar uma vaga em uma universidade do Brasil ou do exterior pode ser bastante estressante para a maioria dos estudantes. Afinal, o futuro profissional está em jogo e qualquer deslize pode significar um ano perdido.

Nesse momento, todo apoio é bem-vindo e a ajuda dos pais pode impactar positivamente no desempenho dos filhos. A seguir, separamos algumas dicas de como ajudar os filhos a estudar para vestibular com mais tranquilidade. Confira!

Esteja sempre presente e disposto a ajudar

É praticamente impossível evitar a ansiedade em ver os filhos conquistando boas colocações nos principais vestibulares. Mas, não deixe que esse sentimento atrapalhe a relação entre vocês.

Esteja sempre presente nesse momento, disponível para ajudá-los no que for necessário. Seja com a matrícula em um cursinho preparatório, ajudando a comprar apostilas e, principalmente, dando espaço para os desabafos com os medos e anseios.

Quando os filhos confiam nos pais e têm a certeza de que podem contar com eles, não importa a situação, não pensarão duas vezes em pedir ajuda.

Converse sobre a escolha da profissão

Um dos maiores conflitos que os adolescentes enfrentam é a escolha da profissão. Além da dificuldade que muitos enfrentam em identificar os seus desejos e vocações tão precocemente, ainda estão em jogo as expectativas dos pais e familiares.

E embora a decisão caiba somente ao estudante, nada impede que os pais conversem sobre o tema. Aproveite essa oportunidade para ouvir quais opções de curso e instituições eles estão considerando, sem julgar ou repreender.

Como o diálogo é um caminho de mão dupla, compartilhe as suas experiências de vida. Conte como foi o seu processo de escolha da profissão, o que você levou em consideração, se teve medo ou se mudou de ideia no meio do caminho.

Dessa forma, os vestibulandos poderão ver que os medos e ansiedades que estão sentindo são perfeitamente normais.

Respeite as suas escolhas

Como falamos acima, a escolha do curso superior em que o adolescente quer se graduar deve ser feita por ele. Por isso, caso a profissão escolhida não seja exatamente aquela que a família esperava, nada de entrar em conflito ou criticar sua decisão.

Esse momento é cheio de incertezas e medos com relação ao futuro e é fundamental que os pais mostrem que respeitam e apoiam a decisão dos filhos. Isso dará mais segurança e ajudará a combater a ansiedade, tão comum em vestibulandos. E não se esqueça de apoiar e se mostrar aberto caso os filhos percebam que não fizeram a escolha certa e resolverem trocar de curso.

Ajude a organizar a rotina de estudos

O número de conteúdos que os vestibulares cobram dos candidatos é gigantesco e nenhum detalhe pode ser esquecido. Por isso, organização na hora de estudar para vestibular é essencial.

Alguns adolescentes podem apresentar certa dificuldade em criar um cronograma de estudos. Assim, aproveite para ajudar os seus filhos nessa tarefa, criando listas de atividades e organizando uma rotina diária de estudos.

Sentem-se juntos e decidam a melhor maneira de ordenar os conteúdos que devem ser revisados. Faça uma divisão das matérias por dia da semana e estipulem uma carga horária de estudo diária, definindo quanto tempo será dedicado para cada tema.

E, claro, não se esqueça de acompanhar de perto se o cronograma está sendo cumprido. Assim, você os ajuda a manter o foco e a disciplina.

Cuide do seu bem-estar

Para se dar bem no vestibular, os candidatos precisam de muita dedicação aos estudos para revistar todos os conteúdos cobrados pelo edital. É uma rotina exaustiva e que pode deixá-los ansiosos e estressados. Em alguns casos, estudantes chegam a exagerar nas horas junto dos livros.

Esse tipo de comportamento, em vez de ajudar, pode atrapalhar no desempenho durante a prova. Quando o corpo e a mente não descansam o suficiente, o cérebro deixa de absorver informações com eficiência.

Portanto, faça com que o seu filho dedique pelo menos um dia da semana para uma atividade relaxante e divertida. Pode ser uma ida ao cinema, um passeio com os amigos ou uma tarde praticando algum esporte. O importante é deixar os livros um pouco de lado e ocupar a mente com algo leve.

Lembre-se: não os pressione demais

Nunca é demais ressaltar a importância do apoio dos pais e familiares durante essa fase da vida dos adolescentes. A rotina de estudos e a pressão por escolher o curso certo podem deixar os estudantes muito ansiosos e estressados. Nesse momento tão delicado, o melhor a fazer é não pressioná-los demais, dando espaço para que se sintam confortáveis e relaxados. Assim, fica mais fácil conquistar a tão sonhada vaga no Ensino Superior.

Gostou das nossas dicas sobre como ajudar os filhos na hora de estudar para vestibular e quer se informar sobre outros assuntos relacionados à educação? Então assine a nossa newsletter e receba nossas atualizações diretamente em seu e-mail.

Autor

Tudo que você precisa saber sobre educação de qualidade para construir um futuro melhor.

Escreva um comentário