Você sabe qual é o papel da escola na formação do cidadão? Há alguns anos, as instituições de ensino caracterizavam-se de uma forma diferente da que conhecemos. Um dos principais objetivos dos acadêmicos era o alcance de notas altas e do bom entendimento das matérias. Em geral, a relação entre os alunos e a comunidade escolar era pouco humanizada e as crianças eram tratadas de forma fria e padronizada.

Após a realização de experimentações e complexos estudos sociais, foi possível descobrir a importância do trabalho dos professores e dos pais no desenvolvimento emocional e moral dos alunos. O papel da escola na formação do cidadão deixou de ser apenas o ensino das matérias básicas e passou a ser encarado como um desafio muito maior e também mais frutífero.

Se você se preocupa com o fortalecimento dos valores sociais na criação dos seus filhos, não deixe de ler a nossa publicação! Hoje, vamos destacar a formação ética e cidadã na educação infantil. ​

A importância do papel da escola na formação do cidadão 

A escola é um espaço vivo, onde a cidadania pode e deve ser exercida em várias situações. Como se sabe, as crianças aprendem muito com o ambiente que frequentam e, em diversos momentos, repetem as ações no dia a dia.

Porém, o papel da escola na formação do cidadão vai muito além da criação de hábitos — ela é fundamental para o futuro da criança, especialmente, na criação de um sujeito crítico e responsável.

Por meio de bases científicas, as escolas são responsáveis pela formulação de processos que permitem a autonomia do aluno. Porém, existe um valor inestimável quando o corpo docente realiza o processo com personalização, afeto e respeito.

Cidadãos críticos e participantes

Crianças que têm o privilégio de estudar em instituições de ensino com valores bem determinados e que as preparam para a competitividade de uma forma saudável e ensinam o valor da família estão mais aptas ao sucesso e, em geral, mais preparadas para enfrentar as barreiras impostas pela vida.

Existe uma justificativa para essa afirmação: em uma escola que se preocupa com o cidadão, o aluno exerce o entendimento crítico por meio de atividades e análises de situações que ajudam a elaborar planos de ação.

A função dos pais e professores no processo de ensino-aprendizagem

Preparar para a vida: esse é um dos grandes desafios que os pais e professores encontram durante a jornada de crescimento das crianças. Ao longo dos anos e das transformações sociais, os responsáveis pela educação infantil deixaram de ocupar o espaço centralizador de conhecimento e passaram a atuar como mediadores de um processo contínuo de formação.

Isso significa que, em vez de serem apenas transmissores, passaram também a ser receptores de ensinamentos. Os avanços da pedagogia demonstram que é necessário ensinar a criança a pensar e a questionar as informações que recebe. Dessa forma, além de ser um indivíduo que conseguirá formar as próprias opiniões e competências, terá mais facilidade em se relacionar e se comunicar com outras pessoas.

Portanto, o papel da escola na formação do cidadão vai muito além da sala de aula. Os pais e professores não são apenas autoridades. São também companheiros e devem estar dispostos a escutar as demandas e atentar às emoções do aluno. Lembre-se de que toda relação (social ou afetiva) é feita por meio de trocas e de interações, e a criança é participante ativa desse processo.

Gostou do tema abordado? Então, não deixe de compartilhar este post nas redes sociais para que mais pessoas aprendam sobre o papel da escola na formação de cidadãos críticos!

Autor

Tudo que você precisa saber sobre educação de qualidade para construir um futuro melhor.

Escreva um comentário