A música traz alegria ao nosso espírito — é instrumento de prazer, de acalanto e alívio. Por vezes, serve de trilha sonora para momentos inesquecíveis, sendo capaz de transportar-nos para lugares do passado e daqueles que gostaríamos de viver.

Mas, além de bálsamo para a nossa alma, é uma ferramenta poderosa para a formação integral das crianças. Afinal, estimula a criatividade, incita a sensibilidade e potencializa de maneira significativa o processo de ensino-aprendizagem.

Se você tem interesse neste tema, acompanhe o post a seguir! Elencamos os principais benefícios em utilizar a música na escola para complementar o aprendizado dos pequenos. Além disso, exemplificamos de que forma as canções podem ser inseridas nas salas de aula para auxiliar na assimilação de diversos conteúdos. 

Confira agora!

A interação por meio dos sentidos

Não importa o estilo musical — as músicas estimulam os sentidos. Elas incitam a habilidade de compreensão, observação e concentração. A audição, por exemplo, é estimulada de maneira a trazer à tona habilidades até então desconhecidas, como a distinção de instrumentos, o reconhecimento de notas musicais, padrões rítmicos e a percepção de diferentes vozes.  

O desenvolvimento da paciência e da persistência

Você sabia que a ansiedade é uma patologia muito comum em crianças? Existem pequenos extremamente ansiosos — querem tudo para ontem, do jeito deles, no momento deles. É preciso se atentar quando esse tipo de comportamento surgir, pois ele não é normal, além de ser extremamente prejudicial a longo prazo.

Quando um jovem se dedica a um instrumento musical, passa a perceber que as coisas não ocorrem de maneira rápida. Afinal, leva bastante tempo para aprender música. É preciso esforço, treino, dedicação e muita perseverança. Os imprevistos com certeza virão, mas serão importantes para preparar a criança precocemente para muitas adversidades da vida adulta. 

O incentivo e engajamento de alunos em sala de aula

O advento da internet e as novas tecnologias trouxeram uma realidade diferente para as salas de aula nos últimos anos, não é verdade? Atualmente, as crianças deparam-se com muitos estímulos e inúmeras interações digitais, capazes de prejudicar o foco e a concentração deles com bastante facilidade.

Nesse sentido, a música na escola pode ser utilizada como uma forma de tornar o ambiente muito mais atrativo, inovador e distante do modelo tradicional. Afinal, prende a atenção dos jovens e, inevitavelmente, contribuirá para a devolução do foco e da concentração. Além disso, ajuda no aperfeiçoamento e na formação de um circuito de memória. 

A integração entre os estudantes

A música tem o poder de unir pessoas e de promover a integração entre alunos de uma escola. Se houver espaço para uma produção musical em conjunto, por exemplo, a cooperação será inevitável. É possível reunir jovens para cantar e tocar diferentes instrumentos, desinibindo, assim, os mais tímidos e retraídos, e unindo outros com gostos musicais parecidos.

O incentivo à criatividade

Impossível não falar de música sem mencionar o desenvolvimento do lado criativo nos estudantes. As canções trabalham com a imaginação dos pequenos e trazem novas possibilidades de experiências, capazes de desenvolver a sensibilidade, a percepção e a afetividade — além da consciência e a expressão corporal.

A ajuda no desenvolvimento de gostos e preferências pessoais

As canções serão fundamentais para que crianças reconheçam desde cedo suas preferências sobre diferentes assuntos. A partir do estímulo musical, de diversos estilos, os pequenos serão apresentados a novos sentimentos, experiências e contextos essenciais na compreensão de seus gostos pessoais e no aprendizado sobre a individualidade.

Saiba como usar a música em diferentes disciplinas

Depois de lhe explicar como a música na escola aperfeiçoa o desenvolvimento dos pequenos, mostraremos de que modo é possível inseri-la durante o ensino de diferentes matérias. Vamos lá?

História

A Ditadura Militar no Brasil foi marcada por momentos tensos e igualmente tristes. E o cenário — de censura extrema, torturas e corrupção — foi panorama para músicas emblemáticas, que ressoam poderosas até hoje em diversos corações.  

Naquele período, os artistas e os produtores culturais eram cerceados. Então, era preciso compor de maneira inteligente e muito articulada, de forma que a intenção das canções fosse camuflada para que os militares não as coibissem.

Daqueles tempos cinzas, surgiram músicas que explicam o período e que podem clarificar aos pequenos como viviam as pessoas antigamente. Veja quais são:

  • Como nossos pais — Elis Regina;
  • Pra não dizer que não falei das flores — Geraldo Vandré;
  • Apesar de você — Chico Buarque.

Português

E mais uma vez a música popular brasileira mostra-se extremamente rica para auxiliar a prática pedagógica em sala de aula. Metáfora, ambiguidade, hipérboles, metonímias, por exemplo, ganham novos significados ao lado de grandes nomes da indústria fonográfica do país.

Confira a seguir alguns exemplos de canções que contribuem para o entendimento de nossa língua:

  • Exagerado — Cazuza: para o estudo da hipérbole;
  • O quereres — Caetano Veloso: para explicar metonímias e antíteses;
  • Verdade — Zeca Pagodinho: para a compreensão das formas verbais.

Geografia

A música na escola também viabiliza o ensino da Geografia, possibilitando que diversos temas sejam trabalhados em sala de aula, como cultura, meio ambiente, migração, capitalismo e globalização. Confira alguns exemplos de canções super didáticas que podem ser trabalhadas durante as aulas:

  • Sampa — Caetano Veloso: para abordar as impressões de nordestinos sobre São Paulo;
  • Até quando? — Gabriel, o Pensador: para falar sobre as desigualdades sociais no Brasil;
  • Xote Ecológico — Luiz Gonzaga: para abordar as consequências do desenvolvimento do capitalismo industrial.

Pronto. Agora você já sabe o porquê a música na escola é fundamental para potencializar o processo de ensino-aprendizagem das crianças! Como pode ver, as canções tornam as aulas mais alegres, produtivas e, definitivamente, mais agradáveis. E os pequenos agradecem — com uma motivação extra, sentem-se livres para explorar possibilidades, novos contextos e habilidades inimagináveis.  

Você busca uma escola com uma missão fundamentada nos valores cristãos e atenta a uma prática pedagógica que contribua para o desenvolvimento de cidadãos éticos, engajados e competentes? Então, o que acha de entrar em contato conosco e conhecer nossa metodologia de ensino? Ficaremos felizes em tirar todas as suas dúvidas! 

Centro Educacional Logos
Autor

Tudo que você precisa saber sobre educação de qualidade para construir um futuro melhor.

Escreva um comentário

WhatsApp
Compartilhar
Twittar
Email