Seja por meio do olho no olho, da brincadeira, da bronca ou da ajuda na lição de casa, o diálogo entre pais e filhos é essencial para o desenvolvimento cognitivo, pessoal e social da criança. Uma atitude tão simples e que traz tantos benefícios, tem sido, infelizmente, pouco praticada.

A tecnologia deixou as pessoas muito mais ligadas de forma on-line do que pessoalmente — e alguns pais não sabem como agir em situações do tipo. Então, por onde começar? 

A seguir, vamos dar algumas dicas para facilitar a conversa entre você e seus filhos. Acompanhe com atenção!

Ouça

Parece que estamos falando de algo que todos já sabem, mas ouvir é o primeiro passo para manter qualquer relacionamento saudável. Crianças e adolescentes costumam chegar da escola cheios de novidades, então aproveite para perguntar sobre a rotina deles.

Caso seu filho seja mais falante, provavelmente nem será necessário fazer muito esforço. Se for mais tímido, puxe assunto e tente iniciar a conversa de forma divertida: ele certamente ficará empolgado em perceber que você está demostrando interesse.

Evite oposições de ideias no diálogo entre pais e filhos

Você e seu filho são, obviamente, de gerações diferentes. O que grande parte dos pais se esquece é de que muita coisa mudou nesse meio tempo. Portanto, evite debater ideias sempre, pois isso torna a relação cansativa.

Seu filho evitará conversas porque sabe que acabarão em brigas. Você precisa entender que, no diálogo entre pais e filhos, quem tem o controle da situação é você, que é mais maduro e experiente. Use isso a seu favor e de forma inteligente.

Pare o que está fazendo

É comum vermos pais que levam os filhos para passear em parques, por exemplo, e ficam no celular enquanto a criança brinca sozinha. Reserve ao menos um momento do dia para dedicar uma atenção exclusiva ao pequeno, sem a interferência de nenhuma outra atividade.

Assim, ele vai perceber que você realmente deseja compartilhar e aproveitar aquele instante. Além disso, quando estiver muito ocupado e não puder brincar ou conversar, ele aceitará mais facilmente, pois você já mostrou que se importa em outras ocasiões.

Espere o momento certo

Seja para perguntar sobre o dia ou dar uma bronca, é importante saber a hora certa de agir. Você, mais do que ninguém, conhece seu filho, apesar de qualquer atitude indisciplinada que ele tenha. No diálogo entre pais e filhos, é importante analisar a situação e ir com cautela.

Verifique a primeira reação dele e, a partir daí, dê os próximos passos. Adolescentes, principalmente, costumam viver de forma muito intensa seus sentimentos, superestimando os problemas. É por isso que esperar a revolta inicial passar é muito importante, já que, às vezes, ele mesmo percebe que não era bem assim.

Aproveite nossas dicas e aplique-as agora mesmo! O diálogo entre pais e filhos nem sempre é fácil de ser mantido, mas tentar melhorar a cada dia é essencial.

Nosso conteúdo foi útil para você? Então, curta nossa página no Facebook e fique sempre bem informado sobre as novidades da área da educação!

Autor

Tudo que você precisa saber sobre educação de qualidade para construir um futuro melhor.

Escreva um comentário