Muitos pais se questionam sobre o momento ideal para que seus filhos estudem inglês, espanhol ou qualquer outra língua. As dúvidas são várias: quando a criança está pronta para aprender um segundo idioma? Qual o melhor método de aprendizado? De que forma o estudo de outra língua pode ser útil para a vida de uma criança ou um pré-adolescente?

O que muitos ainda não sabem é que estudar inglês na própria escola onde o aluno está matriculado pode fazer com que o aprendizado do idioma se torne algo mais leve, rápido e prazeroso.

Para esclarecer suas dúvidas, elaboramos este artigo com dicas fundamentais. Continue a leitura e entenda a importância de seu filho ter contato com outra língua ainda na infância ou na pré-adolescência.

Quais as vantagens de se aprender um segundo idioma?

Por diversos motivos, ter conhecimento em uma segunda língua é importante para qualquer pessoa. Há tempos, a fluência em inglês, por exemplo, deixou de ser uma vantagem para o profissional e tornou-se uma obrigação.

Com um mercado de trabalho cada vez mais competitivo, o conhecimento de outro idioma é fundamental para quem quer se desenvolver profissionalmente. As empresas estão mais globalizadas a cada dia e, justamente por isso, buscam por profissionais bilíngues e até poliglotas.

Para os pais que se preocupam em investir em um bom intercâmbio para as crianças futuramente, esse é outro importante motivo para introduzi-los a um segundo idioma desde já. Dessa forma, contribui-se para que os filhos estejam bem preparados quando chegar o momento.

Além disso, é importante lembrar que, ao aprender uma língua estrangeira (como o inglês), é possível exercitar intensamente o cérebro. Assim, a pessoa desenvolve suas habilidades cognitivas de forma mais rápida.

Por que começar a estudar inglês na infância e na pré-adolescência?

Essa dúvida é quase tão comum quanto qual escola escolher para as crianças. Será que seu filho realmente precisa aprender outra língua enquanto ainda está muito novo ou o ideal é esperar para que ele mesmo decida o momento certo de conhecer um segundo idioma?

É fato que cada criança (ou adolescente) tem seu próprio tempo de aprendizado, mas, quanto antes se der essa iniciação a ela, melhor. Isso porque é mais fácil para uma pessoa assimilar não só as palavras em inglês, mas qualquer informação, quando ainda está nova.

Quando os pequenos se desenvolvem convivendo com outro idioma, a assimilação torna-se algo natural. Assim, em pouco tempo é possível que estejam dominando uma segunda língua. 

Mas não há motivos para pânico. Mesmo que seu filho já tenha passado dessa fase, ele pode aprender um idioma com facilidade e até prazer, sem que o processo se torne penoso ou cansativo.

É possível aprender inglês na escola?

Aprender inglês na escola em que a criança já está matriculada pode facilitar bastante essa etapa de aprendizagem. Além disso, tal prática garante uma economia significativa de tempo (tanto para os pais quanto para os filhos).

Portanto, quando for escolher a escola, verifique se sua grande curricular inclui uma segunda língua — inglês, espanhol ou qualquer idioma de sua preferência.

Embora muita gente não acredite, é perfeitamente possível que a criança ou o pré-adolescente se torne fluente em um idioma ensinado no colégio, sem que tenha que se matricular em um curso particular. Essa segunda opção requer tempo disponível e dinheiro extra.

Hoje, muitas instituições de ensino oferecem cursos efetivos de inglês e outros idiomas, deixando para trás aquela velha ideia de que a aprendizagem de idiomas nas escolas, por si só, não é suficiente.

O inglês ganhou bastante espaço nesse novo modelo de ensino. A língua deixou de ser uma matéria secundária para se tornar prioritária, tanto quanto a matemática ou o português.

Qual o papel da escola nesse aprendizado?

Cabe à escola propor e incentivar a prática de atividades que facilitem a assimilação da língua, como olimpíadas, atividades extracurriculares e colônias de imersão em um outro idioma. Quanto maior for o convívio do aluno com novas linguagens, mais fácil e natural será a assimilação.

Por isso, é fundamental haver aulas mais regulares no cronograma escolar, com professores realmente capacitados e experientes. O material didático também faz toda a diferença e precisa ser selecionado cuidadosamente. Seu conteúdo deve ser atrativo e interativo, para despertar o interesse pelo estudo nas crianças.

O recomendado é que as aulas sigam a mesma linha educacional já adotada em outras disciplinas, para que o aluno entenda que não se trata de um estudo opcional, como acontecia nas escolas há alguns anos, mas obrigatório. É necessário todo um contexto escolar, no qual o espanhol ou o inglês não sejam apenas mais uma matéria oferecida.

Qual a importância dos pais?

O papel da família se inicia na hora de escolher a escola para os filhos. Trata-se de um momento difícil para qualquer pai realmente preocupado em oferecer uma educação de qualidade para as crianças. Mais uma vez, é comum que algumas dúvidas surjam, mas o mais importante é pesquisar bastante e sem pressa.

Se um dos objetivos dos pais é investir no aprendizado de outro idioma, o cuidado precisa ser redobrado. É importante optar por estabelecimentos que tratem o inglês ou o espanhol como uma matéria primordial na grade escolar, investindo em atividades capazes de auxiliar e acelerar o aprendizado, como as já citadas colônias de imersão.

É preciso considerar também que, por mais relevante que seja o papel da instituição de ensino nesse aprendizado, é fundamental investir em atividades complementares, que ajudem a criança a fixar o idioma em questão.

Músicas estrangeiras, filmes e livros são ótimas opções para treinar a língua durante o tempo em que o aluno estiver fora da escola. Como já dito, quanto maior o contato com o outro idioma, a criança ou o adolescente desenvolverá a fluência mais rápida e naturalmente.

E então? Gostou de nosso artigo? Agora que você já sabe que é possível aprender um segundo idioma na escola regular, entre em contato com a gente e descubra como podemos ajudar no processo de aprendizado de uma língua estrangeira!

Autor

Tudo que você precisa saber sobre educação de qualidade para construir um futuro melhor.

Escreva um comentário